quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Outfits de trabalho

Até posso ser um bocadinho conservadora, retrogada, pudica, demodê, o que me quiserem chamar, mas para trabalhar visto-me de acordo com o local onde estou.

Não me parece bem ver indumantárias para trabalhar que mais parece que se vai para a praia, ou pior, para uma saída à noite.

Também não me parece bem ver indumentarias que são o ultimo grito da moda mas nada adequadas ao local de trabalho, senão vejamos: mini-saias (nada adequadas para quem tem de se baixar regularmente), saltos vertiginosos compensados (para quem tem de andar de um lado para o outro), tops cai-cai (que por vezes quase que caiem mesmo), blusas sem costas, decotes até ao umbigo e demais indumentarias sugestivas.

Isto é uma instituição publica, não tendo dress code, deve reger-se pela formalidade, também devido ao serviço que presta, mas por vezes os meus colegas abusam da sorte.

Não digo que as mulheres não possam andar de vestidinhos, tops, saias, saltos altos e por ai fora, mas devemos todas ter decoro...Para os homens, chinelos e calções também não me parece correcto. Vamos prestar um serviço a uma população. Somos a cara da instituição. Mesmo que aleguem estar dentro de um gabinete e que não tenham contacto com o público...pode haver uma reunião de ultima hora com superiores, com entidades externas, enfim...um sem número de pessoas podem requerer a nossa presença quando menos esperamos.

É possível apresentar vestimentas descontraídas mas compostinhas. Penso eu de que...

2 comentários:

_+*Ælitis in Paris*+_ disse...

De acordo/de acordo/de acordo!

Manuela disse...

Querida Vera, também penso como tu! Há locais para se usar todo o tipo de roupa, sendo que o local onde se trabalha não é propriamente a praia ou a disco!