terça-feira, 2 de agosto de 2011

O fiel amigo de 4 patas

Durante uns tempos o meu cão estava apático, sem energia, sempre com sono, quase não comia e o pelo teimava em cair muito, o que originava bolas de futebol de pelo nos cantos da casa...

Andava a passar-me com o bicho...bem sabia que ele não tinha culpa, mas aquele pelo todo pela casa era coisinha para me levar ao desespero e a equacionar a hipótese de não ficar com o cão caso viesse a ter um filho. Iria custar-me horrores mas aquele pelo todo tirava-me do sério...

Assumimos que fosse do calor o estado apático dele, e a queda exagerada de pelo. E assim andamos durante uns 2 meses.Até que o meu gajo (rapaz atento e sábio) alertou-me para o facto das gengivas do canito estarem mais vermelhas que o habitual. Eu ao inicio desvalorizei, e como nunca reparei nas gengivas não tinha termo de comparação. Até que os dentes começaram a escurecer. E rumamos ao veterinário.

Diagnosticaram-lhe Periodontite. Não é mais que acumulação de tártaro e como eles não lavam os dentes vai piorando e torna-se um meio priveligiado para bactérias. Essas podem entrar na corrente sanguinea e levar a falência dos orgãos internos, num estado avançado da doença. Os cães mais pequenos têm mais aptencia para desenvolver esta doença e por isso convem tratar assim que é detectada.

E para além de antibiótico que tivemos de fazer durante 10 dias, escovar os dentinhos 3 vezes por semana lá teve de fazer a destartarização. Ficou uma tarde no veterinário, com anestesia geral que o deixou completamente K.O. e sem forças para nada. Lá se restabeleceu e agora, continuamos com o antibiotico e com as lavagens dos dentes e...mudamos a ração. E agora qual Lord até tem direito a ração do veterinário que custa a módica quantia de 16€/2kgs.

Custa um pouco dar esse dinheiro por um saco de ração, e mais a despesa do veterinário mas era incapaz de deixar o meu amiguinho a sofrer.

Agora com aquela ração não tenho um pelinho em casa o que me deixa muito contentinha.

Assumimos ter o cão e por isso devemos proporcionar-lhe todo o conforto e bem estar possivel. para além de que é super nosso amigo, desobediente é um facto, mas muito amigo e muito fiel.

Nunca tinha visto o filme "Marley e eu", deu no fim de semana, e fartei-me de chorar...é que de facto, mesmo sendo apenas um cão, faz parte da nossa familia e jamais teria coragem de o abandonar ou de o deixar sofrer até morrer.

2 comentários:

aloucura disse...

ui, se choraste com o filme esprimenta ler o livro.

eu li primeiro o livro e depois não achei o filme nada de especial.

Lux disse...

Querida, como eu te compreendo...
Nem imaginas como andei (agora menos, mas ainda ando) por causa do meu gato... Foram noites acordada a ver se ele ia urinar e de quanto em quanto tempo...
Depois como não urinava teve que voltar para o hospital e ser operado... Aí estava sempre a ligar para o vet. a perguntar pr ele...
Depois veio para casa e passei mais umas quantas noites acordada a confirmar se continuava a urinar ou não, o cuidado com a zona operada, enfim...
Mas ele (mais as outras duas!!!) é o meu melhor amigo! Adoro-o até mais não, por isso, voltava a fazer todo esse esforço novamente!
E a conta do veterinário?
Lindo...
Mas olha, foi dinheiro mais bem gasto que num novo casaco ou o que quer que possa ser material...
Foi gasto com o meu companheiro!

xoxo
Lux