quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Da greve

Não, não fiz greve geral...mas fiz greve de zelo.

O marasmo profissional assim o obriga, a greve de zelo. Se querem que o funcionário público produza... dêem-lhe ovos para as omeletes. Isto hoje não está fácil. Há quem queira MESMO produzir e não consegue...para ficar um dia inteiro sem fazer nada era bem mais agradável ficar em casa. Não tenho prazer nenhum em sair de casa de manhã apenas para cumprir horário no ultimo sitio que me lembraria de procurar para passar o dia.

Já recebi, e quando vi o recibo de vencimento ia tendo um colapso nervoso. Mas não descansei enquanto não percebi ao cêntimo que raio de contas eram aquelas. E são umas contas MUITO MAL FEITAS!!!!(mas eu aqui não mando nada)

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Dos conteúdos funcionais e das injustiças

Acabo de descobrir mais uma abertura de concurso público para assistente operacional para um Município.

O conteúdo funcional é: Fecho e abertura do Posto de Turismo; recolha bibliográfica de conteúdos para elaboração de material turístico; conhecimentos falados e escritos de línguas estrangeiras; apoio na realização de actividades de promoção e animação turistica.

Pergunto: Será que estas não serão as funções de um Técnico de Turismo?

Chateia-me muito ver o desprestígio da profissão de Técnico de Turismo. Não é menosprezar a categoria de Assistente Operacional, mas não creio que alguém a quem a habilitação exigída seja a 4ª classe possa desempenhar funções com o mesmo rigor que noutros locais são desempenhadas apenas e só por licenciados em Turismo.

Será um concurso para alguém que já lá trabalhe e apenas é necessário regularizar uma situação. Tudo bem, concordo, mas sinto-me no direito de concorrer apenas para impugnar o concurso.

De uma carta de indignação não se livram.

O que é a trnd?

A trnd é uma comunidade cujos membros têm a oportunidade de experimentar novos produtos e serviços, combinando diversão, inovação e participação.
Os membros escolhem os projetos nos quais querem participar, dentro de uma extensa gama de produtos, entre os quais: computadores, produtos de beleza, telemóveis, pizzas, livros, viagens e música.

Aqui

Loucura de Natal

Eu sei que ainda não há previsões de receber vencimento, mas cometi uma loucura ponderada.

No Clubefashion está a decorrer uma campanha irresistível. Relógios One com 60% de desconto. E eu queria muito um relógio. E assim resolvi o problema do meu marido. Já tem presente de natal para me oferecer. E não tem de gastar um cêntimo. E tal como fiz com a pulseira de couro da Silverado (que está guardada desde Junho) que os meus pais me vão oferecer (e ainda não sabem) ficará guardado até à noite de Natal para ter o prazer de desembrulhar o presente.




terça-feira, 22 de novembro de 2011

Já lá vai o tempo...

Já lá vai o tempo em que trabalhar para o Estado era garantia de emprego e vencimento para a vida.

Para além de todas as medidas anunciadas, os cortes e o raio qu'parta, um qualquer problema informática deixou-me (a mim e a mais umas centenas) sem vencimento.

Ora pois bem, é muito desagradável trabalhar o mês inteiro e chegar ao dia de receber e dinheirinho que é bom, nada. E nos casos em que há prestações a sair nesse dia ou no seguinte. Os credores não querem saber se houve atraso nos pagamentos. O dinheiro não está onde deveria estar, e pumba, juros de mora para cima. No caso dos vencimentos deveria ser a mesma lógica. Atrasos no pagamento do que é devido aos trabalhadores e pimba, juros de mora também...é que nem sequer há previsões que receber nos próximos dias.

Já bem bastava ter um corte (não sei bem de quanto) no subsídio de natal e para alegrar as hostes...nem subsídio nem vencimento.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Não devia ser só por ser figura publica

É óbvio que sou sensível ao facto do filho do Carlos Martins necessitar de um dados de medula. Sou dadora e orgulho-me disso. Mas não sou dadora por filho de A ou B necessitar...sou dadora porque muitos precisam e eu andava a adiar nem sem bem porquê. A minha irmã já o era, e a mim faltou-me um clique para me tornar dadora. Mas tornei-me. Não para salvar o filho de alguém famoso, não para salvar pessoa X. Fi-lo desinteressadamente por alguém. E acho que é assim que deve ser encarada a dádiva de sangue.

Incomoda-me que se doe sangue para salvar esta ou aquela pessoa em específico. Parece que apenas se vai dar para essa pessoa e que se fosse por outra diferente não se doava...Tenho verificado isso com esta ultima onda de solidariedade para com o filho do Carlos Martins. 

Ainda bem que se tornam dadores. Mas deveriam sê-lo pela comunidade em geral, por motivos correctos e não por elitismos...  

O que andei a perder durante 5 anos

Descobri que tenho vários medronheiros no meu bairro. Estavam lá num cantinho onde poucos passam e ninguém os apanha. Estiveram sempre lá, durante 5 anos não os descobri...

Conseguem adivinhar qual vai ser o programa de fim de semana?

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Tão previsível

O meu marido (e quiçá a maioria dos maridos) é tão previsível.

Basta fazer asneira para se dedicar com afinco às tarefas domésticas.

Desta vez até à tábua e ao ferro se agarrou.

E foi lindo de ver. Vapor por todo o lado, roupa espalhada tipo feira. Panos e toalhas passados na perfeição. Camisas...é melhor pôr a lavar novamente.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Como ganhar pontos para converter em vales de combustível

Já estou registada no site Impresa Directa há algum tempo, mas não sabia que vantagens poderia ter com o registo. Até que hoje descobri que atraves do registo de amigos ganho pontos que podem ser convertidos em vales de combustível.

A ideia agrade-me muito (devido aos preços absurdos do combustível), embora não saiba se funciona ou não, não custa tentar. Não perco nada com o envio de convites aos meus amigos.

Se quiserem podem fazer o registo aqui. Se ganhar pontos com os vossos registos aviso, para assim vocês também criaram a vossa rede de registos, e ganhar, nem que seja um vale de 10€ de combustível.

Também é o que sinto hoje


Ou, no fim das contas, quase nada do que parece o é.

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

O problema não és tu, sou eu

Apesar de ter assuntos para escrever no blog a verdade é que não me apetece escrever. Leio o que por essa blogosfera se escreve mas nem para comentar tenho grande vontade.

O facto de continuar num grande marasmo profissional contribui em grande parte para isso...mas não tenho margem de manobra para arriscar muito neste momento, até porque ninguém me compra a casa, e tenho de continuar a pagá-la. Vou deixar-me estar sossegadita até que veja alguma luz a brilhar em algum lado.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

01/11/2011- Dia Pessoal do Turismo em Lisboa

E assim foi, fui turista em Lisboa! E como adorei ser!!! Lisboa bate aos pontos Madrid e Paris (as únicas capitais a que já fui 4 e 2 vezes, respectivamente). E bate-as aos pontos porque é nossa, fala-se português, come-se e bebe-se à confiança, dirigimo-nos a qualquer pessoa e um sorriso é garantido.

Cheguei a casa com um sorriso parvo de alegria.

Os meus pais ofereceram um voucher "A vida é Bela" ao meu J. Eram experiências de aventura que incluíam esta que acabamos por escolher uma vez que permitia ser realizada por duas pessoas. E como curiosa que sou, fui ao site da empresa pesquisar mais informação sobre a experiência e descobri que a empresa oferece aos bloggers uma hora de condução de Gocar, válida para a primeira vez que se utiliza o serviço. E juntei a hora do voucher com uma hora de oferta, e o resultado foi pura diversão!

Claro que andar de Gocar em dia de semana, com trânsito, é praticamente impossível. Era feriado, praticamente não existiam carros e ainda assim sentimo-nos desprotegidos no meio da estrada, ao inicio até diziamos que o carrinho se virava. Mas felizmente isso não aconteceu.

As rotas disponíveis são 4, a zona da Baixa divida em 2 partes, este e oeste, a zona de Belém e a zona da Expo. Como estas últimas já conheciamos optámos pela Baixa, pensando que conseguiriamos fazer as duas rotas. Fizemos uma que o tempo não deu para mais mas foi fantástico.



Lisboa tem realmente o seu encanto! Miradouros lindos, bairros que são aldeias dentro da cidade, recantos magníficos. A experiência de Gocar tem tanto de divertido como de surpreendente. Toda a gente tira fotos ao nosso carrinho, a menina do GPS a falar faz virar a cabeça a todos os transeuntes, a aventura de condução (que a viatura não tem marcha atrás) é hilariante e todos ajudam a fazer a manobra.

Foi uma manhã super divertida, super bem passada, rimos como uns loucos e fomos turistas em Lisboa.

E aqui para nós que ninguém nos ouve...é uma jogada publicitária de génio, oferecer um passeio de gocar a bloggers!!!