sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Das grandes fortunas

Não percebo nada de economia, mercados bolsistas, investimento nas alturas certas e afins.

Talvez por não perceber é que me intriga o facto dos grandes milionários o serem pelo seu esforço e trabalho e todo o mundo os admirar por serem pessoas que subiram na vida a pulso.

Tenho para mim que ninguém fica multimilionário à conta apenas de trabalho honesto e analisando o percurso de alguns homens mais ricos do nosso país há sempre ali um periodo em que se dá o salto mas as acções praticadas nem sempre são claras e por vezes até são comprovadamente fraudolentas. Mas como são senhores poderosos sabem bem como contornar os problemas judiciais, ou como já passou muiot tempo deixa-se cair do esquecimento. Ainda bem que o enriquecimento ilicito vai passar a ser crime. Só não percebo porque nunca o foi.

O meu avô era contrabandista, era muito muito rico, e não fossem problemas de alcoolismo teria conseguido manter a fortuna, multiplica-la vária vezes. E a fortuna não foi ganha com o fruto de trabalho honesto. Por isso desconfio muito de certos milionários que temos por cá.

1 comentário:

na america profunda disse...

Eu concordo contigo, tenho visto as noticias e o nosso querido Joe Bernardo e' uma dessas fortunas, feitas a custa de emprestimos bancarios, e sei la mais o que
bjinhos