segunda-feira, 27 de junho de 2011

Notas soltas...

Estive de férias. 1 semana. Não fosse a contractura do trapézio que me foi diagnosticada e teria ido lavar a vista a algum lado.

Ando outra vez a dar uma de hipocondriaca, e tenho para mim que o meu IRS do ano que vem vai ultrapassar o limite máximo de despesas de saúde a deduzir. Ainda estamos a meio do ano e o volume de recibos (e euros) na farmácia, hospital e outras consultas já vai grande.

Mas pronto, cá me aguento!

Os meus pais vieram visitar-me. Acho que foi numa de solidariedade...e para me distrair do desaire do ano passado...e em boa verdade, ajudou muito. Não vale a pena alongar-me neste ponto, porque cada vez se torna mais difícil arranjar palavras para descrever o que sinto. Aliás...não há mesmo palavras...é silencio e vazio, mas a vida continua e p'ra frente é que é o caminho.

Arraial de S. João no bairro. Divertido. Não gosto de sardinhas...mas gosto de uma boa açorda alentejana (sem pão que não sou alentejana). Vá...gosto de caldinho de água quente com azeite alho e coentros com um ovo escalfado. Só é açorda se tiver pão, dizem os entendidos. E assim se passou a noite.

Gosto dos arraiais! Parece-me que estamos a voltar ao antigamente (digo eu que sou antiga!!!), malta nova nos arraiais dos santos populares não se via muito por aqui, nem por lá onde vivi 18 anos com os meus pais. É bem mais agradável estar num destes arraiais do que dentro de um qualquer bar irrespirável.

Pode ser da idade...mas cada vez gosto menos de sair à noite para ir a um bar. Fumo, calor, miúdas histéricas, miúdos com a mania que são homens,engates estranhos...Gosto de sair à noite, sim, de quando em vez, de preferência para um lugar onde não existam muitas pessoas.

Em contraponto, gosto de passear de dia e ver gente...Ontem estava um calor daqueles...Alentejo profundo, 40º à sombra, nem uma brisa suave para fazer mexer o cabelo...e...espantem-se...não vi viv'alma...

Tudo bem, está calor, não apetece fazer nada, mas será que ficam 12000 pessoas fechadas em casa a um Domingo à tarde? Há esplanadas, jardins, espaços com ar condicionado que são bem mais agradáveis do que a escuridão de uma casa...(que tem de estar fechada todo o santo dia e às escuras para o ar ser respirável de dia).

Onda de calor?!?Qual quê!!Os alentejanos e quem cá vive (no Alentejo profundo) sabe bem o que é calorrrrrrrr!

4 comentários:

Candybabe disse...

ahahahahahahhaahahhaha
Ontem pela manhã fiz a minha estreia na praia... Aqui no norte é raro termos dias em que podemos estar na água... Ontem dava e logo de manhã, de tarde vieram as nuvens e lá se foi... Mas eu aproveitei bem, mas às 11h estava de saída... Maravilha***

na america profunda disse...

lol eu tambem costumo dizer que vivemos no "alentejo profundo" da america lol aqui tambem esta muito calor... impossivel estar num sitio sem AC nao corre brisa e a humidade horrivel... foi um fds muito caseiro ...nada comum para nos os dois lol
beijinhose as melhoras

Manuela disse...

Querida Vera, alentejana que é alentejana, não é derrubada por 40ºC!
Com a idade vamos cada vez mais gostando (olha aqui, a minha veia alentejana!) das coisas simples e puras, da vida :)

Caucau disse...

Olá, é a Caucau do blog Os Meus Queridos Sapatos. Para quem queira acompanhar/seguir o blog é só aceder em www.a-womens-right-to-shoes.blogspot.com. Bjs***