sexta-feira, 9 de abril de 2010

Explicações de enfermeira

Fui inscrever-me para dadora! Era tão fácil...subir ao andar de cima...

E obtive a seguinte explicação:

"Cada vez mais as famílias são mono-parentais...e tem-se um filho, depois casa-separa-casa-separa-casa-separa e filhos pelo meio, e as possibilidades de compatibilidade vão-se esvaindo em cada uma das separações...Se já é dificil encontar dador entre familiares directos ainda mais dificil se torna assim..."

Fiquei a pensar nisso...e realmente...a quantidade de filhos de pais separados que existem hoje em dia...torna-se banal a separação...e a reconcialiação...e a separação.. outra vez... e no meio as crianças a sofrer...

3 comentários:

Jo disse...

É um facto que se sofre sempre quando se tem pais divorciados. Mas piora quando os pais utilizam os filhos para se atingirem mutuamente, o que infelizmente não é raro. Os pais são divorciados, mas foi uma separação pacífica. Claro que se pudesse escolher estavam juntos, mas sei que são felizes como estão e isso é o mais importante.

...

Também estou a pensar inscrever-me como dadora!


Bjs

Carmelita disse...

Eu acho pior quando um casal, em vias de separação, resolve ter um filho, para ver se este salva o casamento e quando nasce, aquilo ainda fica uma trapalhada maior e quem se lixa é o "povo". Enfim...
Odeio pais que não se importam minimamente com os filhos no meio dessas relações amor/ódio.
Beijo

maria teresa disse...

Eu felizmente não tenho crianças na família nessa situação, mas tenho amigas que sim... é um horror, então quando há meios-irmãos ainda pior... Crianças divididas!
Abracinho