quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Da pulseirinha da moda de qualidade/utilidade duvidosa

Ontem tive uma experiência no mínimo surreal...

E não é psicológico...

Aquela pulseirinha da moda de silicone [que para mim tem/tinha uma qualidade muito rasquinha e uma utilidade duvidosa] é no mínimo um fenómeno estranho...bruxaria talvez...

Então não é que ontem alguém me fez o teste da dita cuja...

Teste do Equilíbrio: Pés juntos, braços abertos e perna flectida. Alguém faz força num dos braços, empurrando-o para baixo. Sem pulseira desiquilibramo-nos facilmente e temos de assenta o pé no chão. Com pulseira o equilíbrio é maior e aguenta-se mais tempo a perna flectida.

Teste da Flexibilidade: Pés juntos, braços abertos e rodar o corpo para trás. Sem pulseira rodamos até determinado ponto, e pede-se a alguém para marcar esse ponto. Com pulseira rodamos o corpo cerca de 40cm mais.

Teste da Força: Mãos colocadas lateralmente em concha, dedos entrelaçados ao nível da cintura e aguém faz força emprurrando para baixo. Sem pulseira facilmente as mãos cedem e abrem e o corpo vai atrás. Com pulseira consegue-se aguentar o peso da pessoa que faz força para baixo e as mãos não cedem.

Estou assim a modos que intrigada com o facto...não sei o que aquilo tem...e não é psicológico pois eu era completamente "descrente" na pulseirinha milagrosa...

É muito estranho...


6 comentários:

Fios de Vida disse...

É como as bruxas... Não acredito nelas mas andam aí! Realmente, isso é estranho e tem que haver uma explicação... (não sei qual). Eu, pessoalmente, não acredito nessas coisas mas...

Manuela disse...

Ai Vera, que até me deixaste arrepiada! E olha que eu não acredito, nessa coisa da pulseira.
E, agora como é que ficamos?!

Beeijinhos.

anf disse...

Eu duvido, ou melhor duvidava agora já não sei o que pensar,
bjo

Vera disse...

Pois é...eu também digo/dizia que não acreditava...mas há ali qualquer coisa...eu experimentei..

Dina disse...

Eu explico o truque: a primeira vez que te fazem o teste, o teu cérebro não sabe o que o espera e não tem tempo de reagir, por isso o desiqilíbrio. Da segunda vez, o cérebro sabe exactamente o que vai acontecer e que o resultado vai ser um desequilíbrio por isso vai reagir atempadamente e fazer com que o corpo não se desequilibra.
Simples explicação de vendedor amigo da tal pulseira ;)

Vera disse...

Obrigada pela explicação...eu sabia que havia qualquer coisa...mas que não era da pulseirinha!:)

big kiss